Exalo um aroma suave: Aroma de Cristo!

Qual o aroma que temos deixado por onde passamos? "porque para Deus somos o aroma de Cristo entre os que estão sendo salvos e os que estão perecendo." 2 Coríntios 2:15

Lembre a bondade de Deus em tempos difíceis

Pense em algumas das coisas mais bonitas que você já viu. Seria uma cachoeira? O sorriso de um ente querido? Um lago cristalino? Uma pintura? O rosto de um bebê? Uma joia deslumbrante? Um ato de amor para com alguém? Pegue tudo que já lhe causou profunda emoção por sua beleza, reúna todos esses momentos e terá apenas um fragmento mínimo da beleza do Senhor. É difícil imaginar.

Davi disse: “Uma coisa pedi ao Senhor; é o que procuro: que eu possa viver na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a bondade do Senhor e buscar sua orientação no seu tempo” (Sl 27:4). Acima de tudo Davi queria contemplar o esplendor, o brilho, a santidade, a bondade e a glória de Deus, e permanecer junto dele para sempre. Não é exatamente isso que nós desejamos?

Tudo que Deus é não apenas é belo, mas bom. Ao refletir sobre a bondade do Senhor, em que você pensa? Perfeição? Pureza? Grandeza? Santidade? Amor? Graça? Misericórdia? A mente é incapaz de compreender. Sabemos que Deus é bom, mas esquecemos o quanto ele é bom. Quando somos feridos, normalmente deixamos de lembrar que ele é um Deus bom. Começamos a duvidar e imaginar: “Se Deus é bom, por que deixou que isso acontecesse?”. Esquecemos que Deus é bom mesmo quando as coisas são más.

Davi disse: ” ‘Tu és o meu Senhor; não tenho bem nenhum além de ti'” (Sl 16:2). A Bíblia diz: “Provem, e vejam como o Senhor é bom. Como é feliz o homem que nele se refugia!” (Sl 34:8).

Nos momentos difíceis podemos duvidar de que Deus seja realmente bom porque, a exemplo da beleza, sua bondade é maior do que podemos imaginar. A mente é incapaz de entender sua dimensão e profundidade. Eis a razão por que, ao enfrentar dificuldades, temos de trazer a memória a bondade de Deus. Um dos meios de manter na lembrança a bondade de Deus é pela leitura da Palavra. “Tu és bondoso e perdoador, Senhor, rico em graça para com todos que te invocam” (Sl 86:5).

Sua misericórdia significa que ele tem compaixão de nós. Sua graça, que ele nos dá o que não merecemos. Sua misericórdia e graça são sinais de sua bondade. Sua bondade é um sinal de seu surpreendente amor. E devemos amar essas características dele.

Outra maneira de aprender a confiar, sem reservas, em que Deus é bom é louva-lo por sua bondade, independente das circunstâncias. Com isso, se abrirão os canais que derramam em nosso coração o especto particular de sua natureza. Ao orar desse modo, você vai ficar surpresa ao descobrir como Deus abrirá seus olhos para ver o que não percebera antes. O Senhor fez ou está fazendo muitas coisas boas pelas quais nem se quer pensamos em dar-lhe crédito. Quanto mais louva a Deus por sua bondade, tanto mais você a verá manifestada em sua vida.

Por causa de Jesus, podemos experimentar a bondade de Deus sempre que o buscamos e o adoramos. E isso é maravilhoso!

Extraído da A bíblia da mulher que ora – pg. 619

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 13 de julho de 2014 por em Textos e marcado , , , .
Benditas

Teologia por e para mulheres!

UM DEDO DE PROSA

Penso, logo escrevo!

Bibliotecária Leitora

Fugindo dos estereótipos

%d blogueiros gostam disto: